featured image

Curiosidades fascinantes sobre amor e sexo

Sempre brinco que os estudos mais esquisitos sempre são ingleses. Mas dessa vez, eles vem de vários lugares. Provavelmente esses fatos não mudem em nada sua vida amorosa, mas nunca é demais um pouco de informação, ainda mais quando elas são benéficas para nossas vidas e relacionamentos. Algumas curiosidades podem ser bem esquisitas, mas mesmo assim fascinantes!

Vamos ver algumas:

1-    Os cônjuges podem ter DNA semelhante. Cientistas já sabiam que pessoas tendem a procurar parceiros amorosos com características semelhantes como idade, raça, religião, renda e educação. Mas estudando o material genético de 825 casais, eles encontraram poucas diferenças no DNA. As pessoas tendem a casar-se com pessoas com DNA similar.

2-    Assistir comedias românticas juntos ajuda a fortalecer a relação. Um estudo mostrou que as situações vividas ali servem como conselho e inspiração alternativa aos casais, podendo até diminuir o número de divórcios. Nada mal rir e comentar nossos problemas e dificuldades tão bem representados na telinha. É uma forma de manter a comunicação.

3-    Controlar o colesterol pode melhorar seu desempenho sexual. Colesterol alto pode contribuir para a disfunção erétil. Pesquisas mostram que homens que tomam medicamentos para baixar o colesterol são propensos a ver uma melhoria em sua função sexual.

4-    Açúcar no sangue pode criar discórdia conjugal. Algumas brigas e agressões pode ser resultado de baixos níveis de glicose no sangue. Segundo estudo, açúcar no sangue pode levar as pessoas a sentir fome e, portanto ficar mais irritadas. Evite confusão, só tenha uma DR (discutir a relação) depois de estar com a barriga cheia!

5-    Carinho depois do sexo pode aumentar a sua satisfação. Conversar, beijar, acariciar depois do sexo pode ser tão importante para a satisfação do relacionamento como a relação sexual em si. Provavelmente tem a ver com a liberação de oxitocina, que é liberado durante o sexo e continua a ser lançado no corpo com o contato prolongado de pele com pele.

6-    O amor pode te deixar obcecada. Existe uma razão pela qual você não consegue parar de pensar naquele cara que acabou de conhecer. Exames de ressonância magnética mostraram que se apaixonar faz com que o corpo envie sangue para as mesmas áreas do cérebro que são responsáveis pelos comportamentos obsessivos-compulsivos. Apaixonar-se também diminui os níveis de serotonina, que é comum em pessoas com TOC.

7-    Amor faz bem para os ossos. O casamento parece reforçar esqueletos do homem, conforme um estudo na Universidade da Califórnia, Los Angeles, especialmente se ele se casar depois dos 25 anos. Alguns estudos sugerem que pessoas casadas vivem mais, são mais propensas a sobreviver a um câncer e tem um menor risco de doença cardiovascular.

Fonte: Bolsa de mulher

Beijo bom aos curiosos como eu!

Deixe seu comentário

close Preencha os Campos abaixo e
Receba Agora no seu email!
Após clicar no botão, você
receberá imediatamente no seu email
close Parabéns!
Você vai receber no seu
email em alguns instantes o
Charme Irrestível :)